Imagem

Bruce! ai Bruce…

Bruce! ai Bruce...

Não sou fã número 1 dele, mas sim da voz e de uma música em especial – Streets of Philadélphia (http://www.youtube.com/watch?v=4z2DtNW79sQ), acho a batida de fundo suave mas marcante e com o som do vento meio que envolvendo, a voz dele contando sobre os sentimentos, o “coral” no la la la a entrada de alguns instrumentos de repente me fazem muito bem! Mas voltando, achei muito simpático dele ontem começar o show com uma música nacional (cantando em português, que deve ter sido um desafio). Considero que uma atitude dessa, ele abriu o coração de muitos e mostrou também, que apesar da idade, ainda canta andando pelo palco, se mistura com a platéia e deu espaço para seus músicos aparecerem num gesto de humildade.
Fiquei fã e vou comprar a única biografia autorizada dele que foi lançada.
Boa Bruce!!! me ganhou ontem!

Anúncios
Imagem

Vitamina C: pele iluminada!

Vitamina C: pele iluminada!

Com o passar dos anos, nossa pele vai perdendo o brilho simplesmente porque estamos envelhecendo… Sempre penso, se uma mulher não tem rugas ainda, o que faz com que quando vemos uma foto dela, já determinamos mais ou menos a idade? Pensa comigo… uma foto com duas mulheres lado a lado, ambas sem rugas, corte de cabelo parecido e roupas similares, diante dessa foto, porque automaticamente identificamos que uma é mais velha que outra? Nunca soube responder o porque…
Mas num ponto me preocupo para continuar jovem: a pele. E uma dica básica é o uso de antioxidante (evita a formação de radicais livres – que nada mais é do que um “envelhecedor” da pele). Um deles que não abro mão é a vitamina C tópica, ou seja, um creme que contenha essa vitamina. Em poucos dias de uso você já percebe sua pele iluminada.
Para que esses produtos possam entrar na sua pele e realmente agir, é preciso sim lavar o rosto com sabonete próprio para sua pele.
Esses dois são dicas boas: Lierac Concentre Mesolift Anti-age Eclat é uma opção mais cara e o Lumene é bem baratinho (comprei ambos nas CVs americanas da vida.. mas o Lierac você encontra naquele site Strawberry.com).
Ilumine-se!

Imagem

É triste, mas acontece…

É triste, mas acontece...

Sempre reparo à minha volta em como os casais se relacionam, seja no restaurante, numa festa, no supermercado, enfim, em lugares comuns e vejo que muitos deles mal se falam, ou falam o necessário! “já pediu?, pega a margarina, vou ali falar com o fulano de tal e já volto…” são apenas trocas de informação, mensagens, para não sair de perto sem avisar nada. E aí, o que aconteceu com essas pessoas que se escolheram para companhia? Deu errado? deixaram de se amar? acho que não. Acredito que seja simplesmente o fato da natureza humana acomodada deixar que as “coisas” aconteçam naturalmente, que ele/ela faça algo diferente, que uma mágica aconteça do nada, que ele/ela despertem como uma nova pessoa no outro dia e assim por diante. Mas num relacionamento as coisas não funcionam assim. Tem que ser construído dia a dia, não tem atalho e muito menos milagre. O que tem é estímulo e atenção ao outro, o que é cada vez mais difícil porque sempre priorizamos outros afazeres em detrimento do nosso marido/esposa.
A situação piora, e muito, quando temos os filhos, porque de uma hora para outra, as mães assumem mais um papel e encontram outra muleta para se apoiar e dizer que não tem mais tempo. Digo as mães porque no geral, são elas que assumem mais o papel de mãe e ainda tentam acumular o do pai. Ao invés de dividir os filhos, monopolizam e deixam os pais na “marginal” da educação e acompanhamento das tarefas diárias. (mas esse tema vou falar em outro post, porque tem muito assunto para aprofundar).
Mas o que quero sinalizar é realmente o quanto nos dedicamos para manter vivo o relacionamento que temos com marido/esposa? Eu me lembro que quando eu era adolescente, sempre lia nas revistas (tipo Nova) sobre a importância do diálogo e as DRs para amadurecer o relacionamento, e pensava que era algo tão simples e básico para se fazer, que nunca deveria ser matéria de revista, principalmente de capa. Mas na verdade, é simples quando não estamos emocionalmente envolvidos, mas no dia a dia a gente se perde e deixa de aplicar conceitos básicos que podem movimentar nosso relacionamento em casa.
Acho que fica a dica de que o dedinho do cara na foto, demonstra que sim, ele te ama, e sim, você deve se esforçar para acertar os pontos com ele e manter vivo seu relacionamento.