Livros, como são importantes!

Livros, como são importantes!

O bom de ler um livro é que você consegue viver diversas situações diferentes sem necessariamente passar por elas. E um bom livro, te faz viver o papel de um ou vários personagens, te envolvendo e fazendo você sentir os momentos, as angústias, alegrias e dúvidas como se fosse parte viva da história. Quando isso acontece, você tem vontade de conversar e contar sobre a história e dividir tudo que está vivendo. É inebriante a capacidade que o livro pode ter de fazer parte da história de uma pessoa.

Lavabo – Aproveitamento de Espaço

Lavabo - Aproveitamento de Espaço

Acho sempre fantástico o aproveitamento de espaços dentro de uma casa. De um lugar onde certamente seria um espaço “morto” que é embaixo das escadas, criaram um lavabo. Lógico que tem toda a parte da obra para encanamento e etc… mas é uma opção a ser pensada quando se precisa de espaço.
Hoje há diversas opções de cubas e vasos pequenos e que cabem perfeitamente em espaços reduzidos.
Pense e repense seus espaços!

Estamparia – Tendência

Estamparia - Tendência

Saindo dos azulejos portugueses, as estampas de porcelana portuguesa estão em alta! Pucci, Cavalli e Valentino já colocaram nas passarelas.
Use e abuse nas próximas estações! Vestidos, lenços, camisas e até sapatos são bem vistos

Bruce! ai Bruce…

Bruce! ai Bruce...

Não sou fã número 1 dele, mas sim da voz e de uma música em especial – Streets of Philadélphia (http://www.youtube.com/watch?v=4z2DtNW79sQ), acho a batida de fundo suave mas marcante e com o som do vento meio que envolvendo, a voz dele contando sobre os sentimentos, o “coral” no la la la a entrada de alguns instrumentos de repente me fazem muito bem! Mas voltando, achei muito simpático dele ontem começar o show com uma música nacional (cantando em português, que deve ter sido um desafio). Considero que uma atitude dessa, ele abriu o coração de muitos e mostrou também, que apesar da idade, ainda canta andando pelo palco, se mistura com a platéia e deu espaço para seus músicos aparecerem num gesto de humildade.
Fiquei fã e vou comprar a única biografia autorizada dele que foi lançada.
Boa Bruce!!! me ganhou ontem!

Vitamina C: pele iluminada!

Vitamina C: pele iluminada!

Com o passar dos anos, nossa pele vai perdendo o brilho simplesmente porque estamos envelhecendo… Sempre penso, se uma mulher não tem rugas ainda, o que faz com que quando vemos uma foto dela, já determinamos mais ou menos a idade? Pensa comigo… uma foto com duas mulheres lado a lado, ambas sem rugas, corte de cabelo parecido e roupas similares, diante dessa foto, porque automaticamente identificamos que uma é mais velha que outra? Nunca soube responder o porque…
Mas num ponto me preocupo para continuar jovem: a pele. E uma dica básica é o uso de antioxidante (evita a formação de radicais livres – que nada mais é do que um “envelhecedor” da pele). Um deles que não abro mão é a vitamina C tópica, ou seja, um creme que contenha essa vitamina. Em poucos dias de uso você já percebe sua pele iluminada.
Para que esses produtos possam entrar na sua pele e realmente agir, é preciso sim lavar o rosto com sabonete próprio para sua pele.
Esses dois são dicas boas: Lierac Concentre Mesolift Anti-age Eclat é uma opção mais cara e o Lumene é bem baratinho (comprei ambos nas CVs americanas da vida.. mas o Lierac você encontra naquele site Strawberry.com).
Ilumine-se!

É triste, mas acontece…

É triste, mas acontece...

Sempre reparo à minha volta em como os casais se relacionam, seja no restaurante, numa festa, no supermercado, enfim, em lugares comuns e vejo que muitos deles mal se falam, ou falam o necessário! “já pediu?, pega a margarina, vou ali falar com o fulano de tal e já volto…” são apenas trocas de informação, mensagens, para não sair de perto sem avisar nada. E aí, o que aconteceu com essas pessoas que se escolheram para companhia? Deu errado? deixaram de se amar? acho que não. Acredito que seja simplesmente o fato da natureza humana acomodada deixar que as “coisas” aconteçam naturalmente, que ele/ela faça algo diferente, que uma mágica aconteça do nada, que ele/ela despertem como uma nova pessoa no outro dia e assim por diante. Mas num relacionamento as coisas não funcionam assim. Tem que ser construído dia a dia, não tem atalho e muito menos milagre. O que tem é estímulo e atenção ao outro, o que é cada vez mais difícil porque sempre priorizamos outros afazeres em detrimento do nosso marido/esposa.
A situação piora, e muito, quando temos os filhos, porque de uma hora para outra, as mães assumem mais um papel e encontram outra muleta para se apoiar e dizer que não tem mais tempo. Digo as mães porque no geral, são elas que assumem mais o papel de mãe e ainda tentam acumular o do pai. Ao invés de dividir os filhos, monopolizam e deixam os pais na “marginal” da educação e acompanhamento das tarefas diárias. (mas esse tema vou falar em outro post, porque tem muito assunto para aprofundar).
Mas o que quero sinalizar é realmente o quanto nos dedicamos para manter vivo o relacionamento que temos com marido/esposa? Eu me lembro que quando eu era adolescente, sempre lia nas revistas (tipo Nova) sobre a importância do diálogo e as DRs para amadurecer o relacionamento, e pensava que era algo tão simples e básico para se fazer, que nunca deveria ser matéria de revista, principalmente de capa. Mas na verdade, é simples quando não estamos emocionalmente envolvidos, mas no dia a dia a gente se perde e deixa de aplicar conceitos básicos que podem movimentar nosso relacionamento em casa.
Acho que fica a dica de que o dedinho do cara na foto, demonstra que sim, ele te ama, e sim, você deve se esforçar para acertar os pontos com ele e manter vivo seu relacionamento.

Minha filha! Fran!

Minha filha! Fran!

Essa é a minha filha, Francine, ou Fran, como chamamos, assim ela não fica com aquela sensação de que fez coisa errada (chamar pelo nome todo ainda hoje dá essa conotação para os meus filhos).
Ela está chegando aos 20 anos, e eu como mãe me orgulho dela. Acho que até porque criar filhos é muito difícil mesmo! principalmente a primeira. A gente ainda não sabe como fazer mas tem que ir fazendo. E vai saindo do jeito que dá… queima a pele deles nos primeiros banhos, agasalha demais, exagera no castigo, depois relaxa na bronca e assim vamos tentando acertar e fazer o nosso melhor.
A verdade é que não tem o melhor e no segundo filho, melhora, mas como é outra pessoa e você também é outra mãe, as dúvidas continuam… e você segue igual. Tentando fazer o melhor com o que sabe, equilibrando a razão com a emoção.
Eu sei que criar filhos hoje é muito único, cada um tem o seu jeito de lidar com os desafios. Deixar uma filha de 19 anos sair de noite em SP dói muito! mas não deixar dói mais. Acordar de madrugada e ver que ela não chegou é desesperador, mas como disse um senhor que conheci na fila do banco: “filha, porque as mães sempre pensam o pior, se o melhor sempre acontece!”
E é verdade… graças a Deus nunca aconteceu nada, então minha memória é limpa, logo, eu deveria pensar que a “festa” deve estar boa, já que a Fran não chegou ainda.
Vamos tentando… Um dia vou acordar e pensar assim!

Fechaduras ou toalheiro?

Fechaduras ou toalheiro?

Acho bem legal fazer um objeto ter mais de uma utilizade, principalmente se for inusitado!
Colocar as fechaduras de porta como acessório de banheiro para toalhas, achei o máximo. Você pode escolher aquelas antigas, que vendem em brechos ou família muda e adaptar para pendurar toalhas, bolsas, chapéus, etc…

All it takes is…

All it takes is one song to bring back 1000 memories!

Já reparou como temos dentro do nosso coração um registro emocional musical? Você ouve aquela música e na hora você sente novamente a emoção. É impressionante como somos “marcados” pelo audio… apenas alguns acordes e somos levados novamente para aquele lugar ou pessoa, fazendo a realidade atual significar menos perto do passado.

Pessoalmente tenho muitas músicas marcantes, antigas de adolescência ou mais atuais, tipo do ano passado. Acho que a quantidade de músicas pode indicar a quantidade de anos que se passaram ou mesmo de pessoas que nos importaram ou importam nessa vida.

Pulseiras, mais que pulseiras…

Pulseiras, mais que pulseiras...

Essa foto linda das pulseiras eu já postei na fanpage (EZ Branding : https://www.facebook.com/EzBrandingPessoal?ref=hl) mas quis colocar aqui também porque acho o máximo! não pelos wishes apenas, mas pelo excesso que elas demonstram.
Sou uma pessoa de excessos no geral, visual então, muito. Acho lindo cores berrantes e acessórios marcantes! Esse não podia deixar de colocar.

Chapéu

Chapéu

Bom, sou eu e meu pequeno (nem tanto), de quase 14 anos. Ele pratica aquela luta israelente – Krav Maga, que embora seja luta, prega apenas a defesa pessoal. Hoje foi a entrega da faixa amarela (primeira é branca e segunda é a amarela). Com esse sol, lógico que busquei proteção, ainda mais depois de umas manchas que não consigo tirar do rosto. Em casa, já se acostumaram com minha mania de fazer ou usar algo diferente, mas de forma geral, apesar de estarmos num país tropical, usar chapéu causa “estranhamento” para algumas pessoas. Não somos acostumados a ver o diferente sem julgar. Essa forma do brasileiro ser me incomoda por um lado, mas me desafia por outro. Gosto das pessoas que são diferentes do comum no todo. Não que o chapéu seja o “uau”, mas as pessoas só usam e quando usam, na praia, máximo uma piscina.
Enfim, o Diego (meu filho), já está quase passando da fase de ter vergonha dos pais e espero que aos poucos, comece também a admirar um olhar novo que proporciono em pequenas coisas.
Concluindo: por favor, usem chapéu, pelo menos para se proteger do sol! e de quebra, comece a buscar um estilo seu de se vestir!

Pérolas com Ouro

Pérolas com Ouro

Combinação perfeita! E acho que vale usar de vez em quando um bem pesadão mesmo, assim que chama a atenção. Tem dias que a gente precisa sair e aparecer.
Com um jóia assim, pode colocar qualquer camiseta que está valendo!

%d blogueiros gostam disto: