Vídeo

Músicas que alteram a química do cérebro!

Não sei vocês, mas eu tenho algumas músicas que me fazem feliz só de ouvir. É como se elas tocassem em alguns botões emocionais que ficam escondidos e me fazem sentir ou re-sentir momentos que foram especiais.
Tem pessoas que sentem isso com aromas ou sabores, eu tenho isso muito forte com algumas músicas e com aromas.
São as chamadas memórias sensoriais, que são acionadas pelos sentidos, sem passar pela consciencia. Perfumes e sons acessam um grupo de memórias onde estão guardadas momentos especiais que ficam escondidos para não ficarem banais.
Seus caminhos são secretos e apenas essas músicas ou perfumes conseguem chegar lá automaticamente. Não adianta querer lembrar conscientemente deles, você precisa dessas ferramentas (músicas, aromas, sabores, etc) para trazer a tona todas as emoções deles.
Acho isso fantástico! Tanto do ponto de vista físico (imagina que algo forte acontece dentro da química do seu cérebro porque você ouve uma música) quanto do ponto de vista emocional (você ter acesso a sensações boas, bastando escolher “aquela” música ou sentir “aquele” perfume). É uma mágica!!!
Logicamente que pode ser para o lado negativo também… mas esse eu gosto de evitar falar e sentir. Vamos ficar por aqui, na parte boa!!!
Vai lá agora e coloca aquela música que te faz bem, ela vai acionar os botões mágicos da sua mente, que vai liberar uma química boa no seu corpo e você vai ter uma sexta-feira bem mais feliz!
E essa é uma das músicas da felicidade! especialmente ela foi tocada na festa de 15 anos da minha filha, foi a música que ela escolheu de entrada! E o sorriso dela brilhando no rosto sempre é uma das coisas que mais me emocionam!!! Te amo sempre Fran!!!, porque você sempre é mais você!!

Seja mais, seja você!

Anúncios
Vídeo

Paradigma: como nasce um ?

Quem questiona demais pode até ser chato, mas faz o grupo pensar e entender o porque as “coisas” são como são.
Quando uma empresa externa é contratada para fazer uma re-organização, re-estruturação, re-etcetera, eles também conseguem fazer justamente o que o macaco “novo” fez. Eles quebram os paradigmas daqueles que fazem o que fazem sem saber o porque, afinal já era feito assim antes.
O mesmo acontece num relacionamento novo, você entra com seus velhos hábitos, e seu novo companheiro(a) te questiona e te faz ver o mundo e seus hábitos com outros olhos.
O novo vem para ensinar!, mesmo inexperiente ou de fora, tem seu lado importante para incrementar o grupo.
Seja mais, seja você!

Vídeo

Eu maior (Higher self)

O homem não nasce pronto, ele se faz ao longo dos anos! (Sergio Cortella).
Esse vídeo foi uma indicação (muito feliz, aliás) de duas amigas queridas: Juliane Pestana e Pri Braz. Assisti e me sinto na obrigação de dividir com vocês, obedecendo o objetivo do blog que é compartilhar tudo que acho interessante, bonito e que nos faz crescer!
Seja mais, seja você!

Vídeo

Como você usa seu “tempo”, te define como pessoa – por Philip Zimbardo

A forma como você usa o seu tempo pode definir qual o tipo de pessoa você é… orientada para o futuro, presente ou passado. Fazendo uma análise simples, se você usa um bom tempo do seu dia nas refeições com a família e amigos, pode indicar que você vive para o presente – carpe diem. Já os que usam grande parte do seu tempo trabalhando e se esforçando para serem promovidos, são aqueles mais orientadas para o futuro. Ou ainda, avaliar os tempos verbais na linguagem do dia a dia indica suas tendências de pensamentos e ações. Aqueles que estão sempre usando o passado, são os presos ao que já aconteceu e pouco preparados para o futuro e assim por diante.
Essas divisões de tempo são interessantes porque nos permite refletir um pouco sobre a sociedade, a cultura e mais ainda sobre nossas crianças… que cada vez mais vivem num mundo em que o instantâneo é o que vale e, o “esperar” 1 minuto para qualquer tarefa, é algo praticamente impensável.
Se você perguntar para um amigo se ele se sente mais assoberbado de tarefas em relação aos anos anteriores, a resposta provavelmente vai ser SIM!! isso porque na medida em que temos uma população jovem vindo com essa urgência impregnada, provavelmente o mundo tenderá a se acelerar com o passar dos anos.

Veja esse vídeo e pense um pouco sobre o assunto! vale a pena!

Seja mais, seja você!

[y

Vídeo

Como você usa seu "tempo", te define como pessoa – por Philip Zimbardo

A forma como você usa o seu tempo pode definir qual o tipo de pessoa você é… orientada para o futuro, presente ou passado. Fazendo uma análise simples, se você usa um bom tempo do seu dia nas refeições com a família e amigos, pode indicar que você vive para o presente – carpe diem. Já os que usam grande parte do seu tempo trabalhando e se esforçando para serem promovidos, são aqueles mais orientadas para o futuro. Ou ainda, avaliar os tempos verbais na linguagem do dia a dia indica suas tendências de pensamentos e ações. Aqueles que estão sempre usando o passado, são os presos ao que já aconteceu e pouco preparados para o futuro e assim por diante.
Essas divisões de tempo são interessantes porque nos permite refletir um pouco sobre a sociedade, a cultura e mais ainda sobre nossas crianças… que cada vez mais vivem num mundo em que o instantâneo é o que vale e, o “esperar” 1 minuto para qualquer tarefa, é algo praticamente impensável.
Se você perguntar para um amigo se ele se sente mais assoberbado de tarefas em relação aos anos anteriores, a resposta provavelmente vai ser SIM!! isso porque na medida em que temos uma população jovem vindo com essa urgência impregnada, provavelmente o mundo tenderá a se acelerar com o passar dos anos.

Veja esse vídeo e pense um pouco sobre o assunto! vale a pena!

Seja mais, seja você!

[y

Vídeo

Essa idéia de inverter os papéis sempre rende…

O outro lado…

Gosto muito dessa forma de nos fazer pensar e criticar todas os lados de uma situação. De vítima a culpado e vice-versa. Acho que nos ensina e ajuda a ter um ponto de vista mais apurado… Não estou fazendo apologia a nada nem a nenhuma instituição, apenas abrindo a mente!

Seja mais, seja você!

Vídeo

Está entediado? faça essa viagem de um minuto para 11 países…

Esse rapaz, Rick Mereki, viajou 44 dias, por 11 países só pra fazer esse trabalho simpático. Foram 18 voos, 38 mil milhas, 2 câmeras, 1 terabyte de imagens, que resultaram na gravação que você vê agora.

Idéias legais que fazem a diferença tanto no nosso dia a dia hoje, como para ele quando fez a viagem!

Aproveite!

Seja mais, seja você!

Vídeo

Ter filhos é bem assim!

Sempre achei engraçado quando falavam que ter filhos dá trabalho… olhando de fora dá muito trabalho mesmo, mas efetivamente, quando estamos “fazendo” nem nos damos conta de que estamos tendo esse trabalho todo, por duas razões, uma porque fazemos com amor, então não desgasta tanto e outra porque já temos a expectativa do dia a dia portanto não estamos caindo de pára-quedas nas rotinas de organizar a vida com filhos.

Da mesma forma acho que uma vida sem filhos é muito triste, mas talvez para quem não tem, essa tristeza nem existe, porque ela não conhece a vida com filhos para ter a tristeza de não os ter. De novo, é uma questão de expectativas.

A minha vida é diferente da sua e nunca vou poder entender “completamente” o seu ponto de vista. Tudo nessa vida é relativo, até por isso não devíamos julgar ninguém! Cada um tem a sua realidade e vive dentro dela da melhor forma que encontra.

Seja mais, seja você!